Pular para o conteúdo
EnglishPortugueseSpanish
SYSTIMA EDUCACAO - BlogPost E antietico parte 3

Recursos Humanos | As empresas perdendo Talentos - Parte 2

Acima de tudo, o bom senso e a ética em todos os lados devem prevalecer, sempre.

É antiético uma pessoa que mudou de empresa, convidar um ou dois colaboradores da empresa anterior?

A dica que sempre damos aos alunos do curso Academia ERP – Formação de Consultores: 

Ao mesmo tempo que eles tem que se auto capacitar, serem comprometidos com a consultoria, com o projeto e com o cliente. 

Devem se posicionar quanto ao conversado na entrevista, ou seja, no momento em que você foi conhecer a consultoria: 

• Pergunte todos os benefícios; 

• Política e visão da empresa; 

• A forma de remuneração. 

preferência para as consultorias serias e que te entreguem um contrato ou algo similar. Isso proporcionará segurança para você e para o contratante.

Mesmo que seja um projeto pequeno.

Postura: cuide dessa postura – no contrato, localize quais as indicações acerca de trabalhar no cliente, mesmo que convidado por ele.

SYSTIMA EDUCACAO - BlogPost E antietico parte 5

Justificativa para não implementar

Se sou um profissional que está em uma empresa que é comprometida com os meus resultados, tanto quanto os dela, que possui um plano eficiente, não teria saído e levado outro colega.
Esses profissionais que, na nova empresa, fariam um excelente trabalho, aceitariam a proposta imediatamente, mas que “desarticulariam” um departamento inteiro, deixando seu ex-chefe em situação bem delicada.

Quais os aspectos e cenários em que seu funcionário está praticamente em outra empresa e contribui para levar outros

  • Método de trabalho e procedimentos falhos, excessivos e que não agregam valor
  • Processos em execução só para comprovações de auditorias
  • Planilhas, planilhas e retrabalho por conta de um sistema escolhido errado, falta de capacitação nele
  • “Discursos” sobre meio ambiente e diversidade apenas “da porta pra fora”
  • Impossibilidade de propor mudanças
  • Falta de confiança na gestão
  • Clima tóxico
  • Valores da empresa não correspondem às expectativas dos colaboradores, ou ações que estes não aprovavam
  • Chefe era omisso, incompetente
Sendo um colaborador, questione-se

O tema de hoje traz consigo dois exemplos interessantes

Se você decidir retornar, como ficará sua imagem perante a empresa que prejudicou?

Ainda que jamais lhe passe pela cabeça retornar, isso é ético?

Compartilhe suas intenções com um alguém neutro ao assunto, no meu caso, quando compartilhei a minha ideia, rapidamente me responderam assim: “E por que a empresa que não se preparou para isso?”

Não “aproveite” para se vingar, por mais que considere que tem razão.

SYSTIMA EDUCACAO - BlogPost E antietico parte 2

Como instrutora e mentora

Planejar a retenção de talentos:

A dica que sempre damos aos alunos do curso Academia ERP – Formação de Consultores: Ao mesmo tempo que eles tem que se auto capacitar, ser comprometidos com a consultoria, com o projeto e com o cliente.

Veja: se existe um contrato de trabalho, ou um código de ética, esteja ciente o que a empresa “pensa” a esse respeito e veja se vale a pena correr o risco de “se queimar”.

São milhares de casos em que os analistas são convidados pelos clientes a deixarem a consultoria, por um cargo CLT no cliente e acabam aceitando, tornando-se clientes do sistema ERP e do projeto de implantação.

Contudo, as redes sociais, os RH, as empresas podem tomar isso como uma conduta inadequada e a gente nunca mais ser aprovado numa contratação.

Há diversos casos que conheço de o consultor não ter recebido, pois o proprietário da consultoria achou que sem projeto, independentemente de o consultor se descolar até a sede da consultoria, não tinha que pagar; mas o consultor entendeu que estava à disposição dele.

Espero que com esse exemplo, a gente tenha ilustrado a questão de levar ou não um colega ao novo emprego.

Reforçando a respeito do contrato e suas cláusulas, devem se posicionar quanto ao conversado na entrevista, ou seja, no momento em que você foi conhecer a consultoria

A falta de gestão de Recursos Humanos
E te responderemos: mas e se ele sair, inesperadamente e, ainda por cima, levar um colega?
A Automação e a falta de profissionais qualificados
Os sistemas ERP sempre são geniais e tem sempre um focado em cada necessidade do empreendedor, não é mesmo?
Por isso, há softwares de gestão que possuem formas de mapeamento eficientes na linha de RH, assim como ótimos serviços como plataformas de gestão de pessoas, que também que auxiliam em Cargos e Salários e Treinamento.

Qualificação Profissional

Especialmente em momento de crise, as despesas precisam ser cortadas e as performances precisam evoluir…

Só que máquinas não fazem e não farão tudo. Muito menos plataformas: mesmo que 100% do seu operacional seja substituído por um CRM, RPA, robôs ou afins, quem orquestra e analisa, alguém será responsável e deve ser capacitado para atender a novas demandas.

O treinamento eficiente NUNCA é desperdício para a empresa

Mais caro é usar ainda empregar métodos manuais sem avaliar os recursos existentes; por exemplo quando três funcionários onde poderia ter somente um operando um sistema ERP bem implantado.

Seus outros dois funcionários estariam sendo aproveitados em outro setor, onde eles têm mais talento, causando mais rentabilidade à empresa porque foram bem treinados!

É um ciclo PDCA, que já está previsto dentro mesmo da NBR 10.015.

Incentive seus colaboradores a criarem os próprios KPI´s: índices de desenvolvimento profissional na sua organização e faça-os protagonizar dentro da empresa, conversando abertamente com seus líderes e com o respaldo do RH.

Uma boa conversa com o colaborador às vezes é a motivação que ele precisa

E se no final, ele não continuar…


Tudo bem, os Recursos Humanos não serão pegos de surpresa!


Uma vez que possuem claramente o “mapa de necessidades” e colaboradores “na fila”, cheios de garra e motivação, para corresponderem à vaga liberada.

Conclusão:

Não tenho pretensão alguma de estabelecer critérios ou uma lista de procedimentos. Mas o fato é que as empresas, sem medidas assertivas a serem tomadas, sua despesa de recolocação e aderência dos recém-contratados às rotinas, devem sobrepor seus resultados. Alerta!

Para simplificarmos, não incrementar ainda nesses mapeamentos, conscientização de produtividade com eficiência e muito menos, sobre conscientização de sustentabilidade.

Treinamento custa caro? Tente a falta dele.

Justificar que planejar e treinar é custo ou despesa e não investir em modelo bem definido e adaptado de planejamento estratégico para recursos humanos e claramente estabelecer o perfil de colaborador que uma empresa requer, é no mínimo, arriscar-se a enfrentar dificuldades para contratação e perda de talentos, como apresentamos aqui.

A perda de talentos por desmotivação é real! Mas, não se pode deixar escapar pelos dedos pessoas com mentes brilhantes.

Fale conosco sobre um diagnóstico de competências na sua Empresa e como te ajudamos a captar talentos para a sua Empresa.

Agende agora um horário e saiba mais.

As mudanças fazem empresas buscarem profissionais mais qualificados, impactando empregos. Vamos explorar oportunidades de carreira?

O Investimento em você é pra você e por você. Conteúdos para um salto na sua Carreira.

Inscreva-se para receber conteúdos que vão mudar sua carreira

Fique por dentro dos conteúdos semanais e lançamentos da Systima Educação!